terça-feira, 3 de maio de 2011

Decisão


Por Germano Xavier

Vou me jogar do prédio,
eliminar todo esse tédio,
que me devora
e que vara a madrugada
dos meus sonhos.

Vou descer num vôo-instante,
maravilhosamente ausente.
Flutuar o bastante e, leve,
feito um sorriso
infantil,
fitar a existência
doutros planos.

6 comentários:

Germano Xavier disse...

Crédito da imagem:

"rown paper bag by ~sentimentalfreak"
DEviantart

Flávia Amaro disse...

Eu diria palavras mágicas...mas por ora digo que o mundo é demasiadamente grande, são tantas possibilidades! Tente ressignificar, vem pra cá?! posso te ensinar.

CARLA STOPA disse...

Não seria má ideia fitar a existência de outros planos...

Ana Lucia Sorrentino disse...

Germano, que energia boa... :)
Vale réplica?
http://reencontrandosuaalma.blogspot.com/2009/11/poesia-agora-alento-2007.html

;)

MOISÉS POETA disse...

Pule , mas flutue... !

Abraços !

A Mina do cara! disse...

uma decisão não muito fácil de ser tomada hein...