segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Victor de Aveyron


Por Germano Xavier

Vinha, lentamente,
em direção ao lixo.
Certamente, comeria o coto
do dia passado.

Foi quando abri a porta
que dá para o quintal...
"Aquilo" pulou o cerco de madeira,
num gesto ligeiro.
Então, ao meu filho, disse:
"O Rex está solto!"

Um comentário:

Germano Xavier disse...

Crédito d imagem:

"Painting day by *bwiti"
DEviantart