sábado, 2 de julho de 2011

O dia que não quero


Por Germano Xavier

no dia em que me faltar revoltas,
mesmo as silenciosas;
em que me faltar esperanças,
mesmo as impossíveis;
em que me olvidar das lembranças,
mesmo as depressivas;
em que me faltar alegrias,
mesmo as efêmeras...

certamente estarei pisando gramas
nos sórdidos vergéis da raça humana:
elefante alado voando rasteiro,
na altura da cegueira.

Um comentário:

Germano Xavier disse...

Crédito da imagem:

"Hanging in There by *Thors-Hammer77"
DEviantart