segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Algemas


Por Germano Xavier

Não há nada
em você
que eu deseje.

Não há desejo
em você
que me queira.

Há, sim, portas
que se fecham,
na vontade louca
de prender-te.

Nenhum comentário: