domingo, 4 de setembro de 2011

Alquimia poética


Por Germano Xavier

Lanço...
a bomba,
o míssil:
o jato de tinta.

Acerto...
o alvo,
a meta:
o papel em branco.

Miro...
ao mundo,
palavras escritas.

Nenhum comentário: