terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Canção de um dia


Por Germano Xavier

Ah, minha amada, não fique triste.
Não vê que a Vida chora,
e que já é chegada a hora:
a hora de dizer-te adeus!

Por onde anda aquela paixão?
Onde os vagões do coração
que inflamava, em boa hora,
a inevitável chama do Amor?

Ah, meu amor, sabes tu a dor que sinto
(o fim de tudo é mesmo um abismo).
Porém, esqueça dos momentos ruins
(num escrínio guarde os bons).
Não deixe que desbote os tons,
pois o que fica é o espelho
do Tempo, que permanecerá alheio
a toda conseqüência do Amor.

Nenhum comentário: