quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Uma canção


Por Germano Xavier

Esta canção é para você, menina
da pele de seda: nuviosa.
A vida se contorceria em dor,
moléstia,
se nos bondes
não se quisesse as tuas canelas.

O apito
do trem que se liberta
e voa...
Largo caminho sem sombras.

No fundo de mim
o teu nome é Amor.

Nenhum comentário: