quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

A perder de vista

*
Por Germano Xavier

te perder de vista
te perder à vista
sem moeda de amor contar

e te perder em vista
da força depositada nas mãos
que te puxam e repuxam para dentro
do medo de te perder

de vista à vista
- nós em revista - opaco horizonte
olhar de luneta a fuçar concretos
inexatos

a perder de vista inauguro
o velho sentimento de quando
o coração batia sem música
a traduzir solidão



* Imagem: http://www.deviantart.com/art/Missing-90406743

Nenhum comentário: