quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

As árvores amorosas (Parte XI)

*
poema para a mulher da ilha do amor

Por Germano Xavier



quero lembrar daquele céu roxo
que vimos ao entrar no estranho estado
ainda no primeiro dia de viagem


guardar apenas nossa proximidade
com os diamantes e com os lençóis
o passeio pelos rios e morros


estar próximo ao momento do encontro
sem tantas análises de tempo e vento
com muitas sedes e fomes


esquecer o que nos fez distantes
nas tardes escuras sem eira
nem beira a ver navios naufragando


apagar do futuro seus abraços
de manha e seus beijos de sanha
pintores de pulsos e obras sem tamanho


* Imagem:  http://www.deviantart.com/art/An-old-tree-199354467

2 comentários:

Maria Dilar disse...

Boa tarde! Gosto bastante de todo o seu blog,continuo a segui-lo.Também aproveito para lhe dizer, que o meu blog por vários motivos "apagou". Agora é outro e gostaria Que voltasse a ser meu seguidor. Parabéns pelo bom gosto do seu blog. Um abraço.

Maria Dilar disse...

Boa tarde.Como seguidor do meu blog,quero alertá-lo que o mesmo por erro meu, apaguei.Tenho um novo, que gostaria que continuasse a aderir. E parabéns pelo bom gosto, de todo o seu blog ...Aqui está o meu novo lik.Obrigada!

http://luaresdaagostomariadilar.blogspot.pt/