domingo, 10 de janeiro de 2016

Teus silêncios

*

Por Germano Xavier


eu poderia catalogar teus silêncios
/por serem tantos/
/reconheço singularidades/
cada um tem o seu tom, a sua face
a sua solenidade própria

eu poderia ouvir teus silêncios
e abrir-me a um ritual diário
para que todos os vãos da minha voz
me calassem os teus ecos

/eu poderia/ mas
também é meu o teu silêncio
essa bruma que me envolve os dias
essa calma que o abismo incide

patrimônio de quem pousa


* Imagem: http://www.deviantart.com/art/silence-81600545

Nenhum comentário: