sexta-feira, 3 de junho de 2016

Empossado de passados

*

Por Germano Xavier


repisado está o chão que me pariu adulto

e em vacilos e em sordidez desejei feri-lo,
odiá-lo pelas vezes em que não me matou.

prometeu, roubador de futuros
/veio o choro/... abortei destinos?

estrangeiro em minha vida,
duvidei do passado, presente e do futuro.
gritei, olhei o céu

que me engoliu.


* Imagem: http://www.deviantart.com/art/all-that-we-need-602381209

Nenhum comentário: