domingo, 5 de agosto de 2018

O equilibrista



Por Germano Xavier



o bêbado lá embaixo gargalhou
feito um idiota irrevogável
daqueles sem juízo algum
| apenas uma bruta animalidade operante

tive dó e desejei matá-lo
estava abusando do oxigênio
da paisagem, de meus ouvidos

era preciso merecer aquela lua
aquele corpo inteiro
aquele chão bonito

um homem bom
ou minimamente suportável
precisa ter a decência de ficar calado


* Imagem: https://www.deviantart.com/mariadesconhecida/art/in-the-way-home-96010989

Nenhum comentário: