Iraquara - Em memória de nós



“A memória é o espelho onde observamos os ausentes”.

Joseph Joubert


“A história é émula do tempo, repositória dos fatos, testemunha do passado, exemplo do presente, advertência do futuro”.

Miguel de Cervantes



Resumo

Este trabalho demarca o percurso trilhado para a produção do livro-reportagem Iraquara - em memória de nós, projeto experimental no segmento de jornalismo impresso. De antemão, consideramos o gênero cronístico extremamente apto à elaboração de um conteúdo cujo teor central é o seu caráter de revisitação histórica. Deste modo, por meio da escrita de crônicas, buscamos mostrar que, ao contrário do que aprioristicamente possa se imaginar, o texto leve e aparentemente despretensioso da crônica pode muito bem servir como suporte para a efetuação de um resgate histórico-memorial de uma dada localidade e/ou povo. No presente caso, nosso enfoque baseia-se no município baiano de Iraquara, incrustado na região da Chapada Diamantina. Construir um panorama que abarque costumes, crenças, mudanças espaço-temporais, personagens importantes, fatos, causos do passado e presente iraquarenses, utilizando-se do jogo ficção x realidade, é indubitavelmente o nosso maior objetivo. Para tanto, recorremos à etnografia como metodologia de trabalho, por entendermos que o conhecimento etnográfico auxilia de forma efetiva e gradual no saber do progresso sociocultural de um determinado local e de uma respectiva população. Para finalizar, a leitura de livros de diversos autores, assim como a observação minuciosa de materiais audiovisuais ligados ao tema do projeto, terminaram por alicerçar ainda mais o caráter de veracidade dos fatos narrados a que o projeto se destina.

Livro-Reportagem produzido em 2009.
Texto integral em posse do autor.
Ainda não publicado.