quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Pentagrama


Por Germano Xavier



"O Estado sou eu",
dizia o intolerante Absoluto.

"O homem é o lobo do homem",
afirmava o sariguê ávido.

"Os fins justificam os meios",
atestava a ave de rapina.

"Conhece-te a ti mesmo",
proferia o suicida grego.

"E eu?",
interrogo.


* Imagem: Arquivo próprio