sábado, 4 de fevereiro de 2012

Casa de Biscoitos Quixaba é exemplo de iniciativa em Iraquara


 Por Germano Xavier

A Casa de Biscoitos Quixaba, com sede no povoado homônimo do município de Iraquara-BA, é um empreendimento que nasceu da parceria entre a Associação Comunitária local e o SEBRAE. O grupo é formado somente por mulheres de diferentes faixas etárias, em sua maioria donas de casa, que produzem diversos tipos de alimentos de forma artesanal. “Todas eram donas de casa e depois do curso resolvemos montar o grupo. Depois que o grupo já estava formado, recebemos uma doação do Instituto Brasil Solidário (IBS), através do Projeto Amigos do Planeta na Escola, que incluiu boa parte dos equipamentos industriais de que dispomos hoje”, diz Graciela Dourado, 26 anos, líder da Associação de Mulheres de Empreendedoras da Quixaba. “O espaço onde a Casa de Biscoitos funciona atualmente surgiu através da parceria com a Associação Comunitária quixabense. Um galpão que não estava sendo usado é onde hoje funciona a nossa cozinha. Para isso, fizemos, com muita dificuldade, uma reforma e estamos adaptando cada vez mais o nosso local de trabalho para melhorar e aumentar a produção”, conta Nilza Lina dos Anjos, uma das gestoras da iniciativa. “Atualmente, a maior parte das vendas é feita no sistema porta a porta, porém a produção também recebe encomendas e estamos tentando viabilizar uma forma de vender também em feiras livres da região”, completa Graciela. “Ainda encontramos muita dificuldade para vender nossos produtos, que são saudáveis e feitos com amor. Muita gente prefere comprar um pacote de bolacha recheada, repleto de conservantes e produtos químicos prejudiciais à saúde, e não investe num potinho de nossos biscoitos”, informa Graciela. Além de Nilza e Graciela, a equipe é formada por Larissa Macedo, Sindalva Neves, Aureci Santos, Valdetina Rosa, Maria Eunice Macedo. Esta história de sucesso começou da seguinte forma: “Cada uma das integrantes levava um produto de casa para dentro da cozinha com o intuito de produzir biscoitos. Todo dinheiro arrecadado servia para comprar mais ingredientes, e assim tudo foi funcionando”, reforça Nilza. Os biscoitos produzidos na Casa são: Flor do Campo (feito com tapioca e goiabada), bolachas tradicionais de coco, coco com açúcar, coco com leite de coco, maracujá, limão, chocolate, o Joaquim Teodoro - também conhecido como Quinca ou Te Adoro -, Avoador e os biscoitos Divinos, que derretem na boca. Além destes produtos, o grupo ainda faz alguns tipos de salgados: lasanha, pizza, coxinha, pastel, sorvete, pudim, empadas, empadão, tudo tendo a mandioca como ingrediente principal. O trabalho realizado na Casa de Biscoitos Quixaba gera um ciclo de produção, de compra e de venda dentro da própria comunidade, pois as trabalhadoras envolvidas fazem questão de adquirir a maioria dos ingredientes na mão de pequenos produtores rurais do próprio povoado, gerando emprego e renda para a comunidade. “É comum as pessoas não aproveitarem a massa da mandioca por completo, aqui aproveitamos ela para fazer os bolos. Também fomos treinadas para fazermos o reaproveitamento das embalagens. Se o cliente devolver 10 embalagens ganha um desconto na próxima compra”, afirma Graciela. “O SEBRAE sempre está fazendo uma reciclagem com todo o pessoal para ajudar na administração do projeto”, completa Nilza. A revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios, da Editora Globo, publicou, na edição de janeiro de 2012, uma matéria sobre a Casa de Biscoitos Quixaba, o que prova que a proposta dessas mulheres empreendedoras já é uma realidade transformadora não só no âmbito da Chapada Diamantina, mas também um exemplo a ser seguido em todo o mundo. Inaugurada oficialmente em 6 de outubro de 2011, a proposta para o ano de 2012 é a melhor possível. “Esperamos que os comerciantes e os administradores públicos da região abram mais as portas para os nossos produtos. Estamos realizando um sonho antigo. Quanto mais gente para realizar junto esse sonho, mais longe chegaremos”, reforça Nilza, que também destaca a importância da Casa na elevação e na divulgação do nome da cidade de Iraquara.

2 comentários:

Controvento-desinventora disse...

INICIATIVA BRILHANTE!

Zé da Barranca, O ousado e intrepido... disse...

Eta coisa porreta!... gostaria de aprender alguns biscoitos e possa repassar receita de "Borrachuelos" ah...escrevam prá nóis, stein.fartura@hotmail.com