quinta-feira, 13 de junho de 2013

Na selva selvagem (ou Ticket to Ride)

Imagem: Deviantart
Por Germano Xavier


Admiro Rosellini, Waterman, McCunn, Everett Ruess e Alexander "McCandless" Supertramp e todos os peregrinos deste mundo. Admiro muito esses homens e mulheres considerados idiotas pelos verdadeiros idiotas que aqui também se passam por humanos. Esses caras possuem um ingrediente especial, totalizante, feito com pitadas de utopia e fantasia, o que é muito raro de se ver por aí. Não, não estamos tratando de máquinas, robôs, autômatos etc. Estamos falando de pessoas sinceras consigo mesmas. Estamos falando de pessoas que escolheram beirar o impossível, conhecer o grotesco, descobrir o belo. E que, por assim terem feito, sofreram todas as agruras presentes em suas respectivas escolhas.

Admiro Rosellini, Waterman, McCunn, Everett Ruess e Alexander "McCandless" Supertramp e todos os peregrinos deste mundo. Admiro muito esses homens e mulheres considerados idiotas pelos verdadeiros idiotas que aqui também se passam por humanos. A sociedade é quem faz o homem, Darwin já pensava assim. Decerto que sim. Há quem discorde. Há quem ouse discordar de tudo. A sociedade maltrata a essência, fuzila a liberdade, liquefaz a força-geradora de todas as nossas outras forças. Aí vem a escola, a religião e todas as nossas instituições sociais para nos prender ainda mais num calabouço onde a escuridão predomina. 

Admiro Rosellini, Waterman, McCunn, Everett Ruess e Alexander "McCandless" Supertramp e todos os peregrinos deste mundo. Admiro muito esses homens e mulheres considerados idiotas pelos verdadeiros idiotas que aqui também se passam por humanos. Somos modelados em todos os instantes de nossas vidas pelos meios informativo-comunicacionais em quesitos os mais básicos possíveis. Somos podados até a raiz, mostram-nos os caminhos a tomar, os alimentos a ingerir, os sonhos a sonhar, e o que fazemos de nós para a nossa própria felicidade? E o que fizemos de nós? E o que faremos com o tempo que temos?

Admiro Rosellini, Waterman, McCunn, Everett Ruess e Alexander "McCandless" Supertramp e todos os peregrinos deste mundo. Admiro muito esses homens e mulheres considerados idiotas pelos verdadeiros idiotas que aqui também se passam por humanos. Quem nunca dormiu no chão de uma rodoviária, de um aeroporto ou no chão de uma rua qualquer perdida nos quatro cantos da Terra, não sabe a fraqueza que carregamos dentro desta angústia toda que é a vida. A errância é um dádiva. Saber errar é um dom. Coragem é consciência. Medo é alternativa. 

Admiro Rosellini, Waterman, McCunn, Everett Ruess e Alexander "McCandless" Supertramp e todos os peregrinos deste mundo. Admiro muito esses homens e mulheres considerados idiotas pelos verdadeiros idiotas que aqui também se passam por humanos. Numa sociedade baseada no espetáculo, no show e na aparência, viver de verdade acaba ficando em segundo plano. Homens e mulheres se prostram diante do mundo como verdadeiros heróis da ostentação e do discurso pré-moldado, quase sempre baseado em receitas de sucesso financeiro para exemplificar suas felicidades maiores. 

Admiro Rosellini, Waterman, McCunn, Everett Ruess e Alexander "McCandless" Supertramp e todos os peregrinos deste mundo. Admiro muito esses homens e mulheres considerados idiotas pelos verdadeiros idiotas que aqui também se passam por humanos. Esse pessoal louco, maluco mesmo, que larga tudo e vai... admiro porque ainda não tive coragem, apesar de ter tentado. Admiro porque são modelos de bravura e desvario. Admiro porque são humildes e quase sempre sabem perder. Admiro porque, no meio de uma perdição possível, esses caras me ensinaram a não levantar somente um dos braços. O sinal para SOS é dois braços levantados.

Um comentário:

José María Souza Costa disse...

CONVITE
Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
Eu também tenho um, só que muito simples.
Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
Força, Paz, Amizade e Alegria
Para você, um abraço do Brasil.
www.josemariacosta.com