sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Casa de brincar


Por Germano Xavier

Uma casa é
daquela do Vinícius,
daquela do Vilaró.

Uma casa de sem-feitas
paredes,
chãos,
pelos cotovelos...

Que caminha com a gente,
quando a gente brinca de se esconder
da gente mesmo,
dos nossos vazios...

Quando eu for gente,
vou construir uma para mim:
casa de nada-tudo,
casa de bem-viver.

2 comentários:

Germano Xavier disse...

Crédito da imagem:

"casa by ~PaulaFrade"
Deviantart

Controvento-desinventora disse...

Que essa casa seja um lar!