sábado, 8 de março de 2014

Poema para uma aula de engenharia


Por Germano Xavier

Qualquer lugar serve.
Chuva ou sol, nada importa.
A base é tudo,
tem de ser feita forte,
de bons sonhos.

É tão fácil construir uma ponte,
e mais simples ainda ir morar no céu...

E o além?
O além é o de menos...

Um comentário:

Controvento-desinventora disse...

Já estive no aquém, hoje moro no além, me falta dividir a paisagem do infinito com alguém.