sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Poema para fins contratuais


Por Germano Xavier

depois manda o contato (telefone, endereço...)
do dono da casa,
já que eu não sei ainda se vou ficar.
se eu não encontrar outro lugar,
precisarei permanecer mais um mês,
e aí então terei de conversar com o proprietário.
você já sabe para onde vai depois daqui?

Um comentário:

Controvento-desinventora disse...

"E tudo que ofereço é meu calor , meu endereço..." Angela Roro