sábado, 7 de setembro de 2013

Poema para uma aula de Astrologia


Por Germano Xavier

O sol é menino-homem.
A lua menina-moça.
Cada vez que se encontram,
sobre a cama do universo
e sob o lençol das estrelas,
as pessoas olham,
aqui da Terra,
perplexas,
para a escuridão do Amor.

Mania de chamar isso de eclipse...

Um comentário:

Controvento-desinventora disse...

///////////////////que eclipse?! É só um beijo.