quarta-feira, 19 de setembro de 2012

A corda dos braços pelo meu pescoço



 Por Germano Xavier

toda noite
azunegra sobre a ponte
o rio

da janela
passo
e o mesmo diapasão
em grande reta
instaura
em luzes
a urbe em sanha
rompida

depois
manhã qualquer
diária
a paz da fantasia

3 comentários:

Germano Xavier disse...

Crédito da imagem:

"Noite
by ~RAFAELPAZZINI"
Deviantart

Formas do Dizer disse...

Lindas palavras. Parabéns pelo blog, muito bom gosto.

CARLA STOPA disse...

A paz da fantasia...Dia-a-dia...