quarta-feira, 7 de novembro de 2012

A fotinho


Por Germano Xavier

vermelhinha
queimada de sol
agreste inocência

a de olhar assim
você assim
na fotinho

pálida pele
tão moinho
tão moinho

3 comentários:

Germano Xavier disse...

Crédito da imagem:

Deviantart

Daniela Delias disse...

De guardar bem dobradinho numa caixinha de guardar tesouros.

Muito lindo!

Beijo, G.

Daniele Poema disse...

agreste inocência dá um mundo de coisas bonitas.

muito bonito! :)